08:30 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro, presidente venezuelano, em uma noite de homenagem a Hugo Chávez em Moscou, no jardim Ermitage

    Maduro coloca o exército em alerta para defesa da soberania do país

    © Sputnik/ Ruslan Krivobok
    Américas
    URL curta
    562

    Em comunicado para as forças armadas, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu alerta para defesa da soberania do país, em função das tenções com os EUA.

    "Chegou a hora de se fortalecer em cada região, estado e município, para garantir cada elo da defesa do povo anti-imperialista, que deverá ser coordenada. Precisamos garantir o movimento da Venezuela através do século XXI na qualidade de um Estado pacífico e soberano", disse Maduro, segundo a agência AVN.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, adotou novas sanções contra a Venezuela. Entre outras medidas, Trump proibiu as empresas norte-americanas de operar com ações e papeis da dívida venezuelana, emitidos pelo governo ou pela estatal petroleira do país, a PDVSA, com prazo de quitação superior a 30 e 90 dias, respectivamente.

    Trump e Maduro tem trocado acusações durante o último mês e o líder norte-americano não excluiu a possibilidade de uma ação militar contra o país latino-americano.

    Mais:

    Venezuela se diz 'ameaçada' por Trump e não descarta resposta militar contra os EUA
    Especialista: Trump age como se Venezuela fosse republiqueta de bananas
    'Novo Hitler': líderes do Irã e Venezuela revidam intervenção de Trump na Assembleia Geral
    Tags:
    Nicolás Maduro, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik