10:08 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, em discurso na 72ª Assembleia Geral da ONU

    Trump veta imigrantes de oito países; Coreia do Norte e Venezuela estão na lista

    © REUTERS/ Eduardo Munoz
    Américas
    URL curta
    312581811

    O veto migratório do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi renovado neste domingo (24).

    Agora, imigrantes vindo da Coreia do Norte, Venezuela e Chade enfrentarão controles mais estritos para entrar nos Estados Unidos. Outros cinco países de maioria árabe continuam na lista: Irã, Líbia, Síria, Iêmen e Somália.

    Apenas imigrantes ligados aos funcionários do Governo da Venezuela estão incluídos no veto.

    Quem vier de um destes países não está impedido de entrar nos Estados Unidos, mas enfrentará um processo de análise maior do que a média. 

    As restrições foram retiradas de cidadãos do Sudão. Esta é a terceira ordem executiva sobre imigrantes de Trump.

    Sua ordem executiva anterior barrou totalmente cidadãos de seis países por 90 dias e determinou que quem pedisse refúgio passaria por um processo de análise de 120 dias. Entretanto, sua validade expira neste domingo e sua aplicação foi parcialmente barrada pela Suprema Corte estadunidense e órgãos da Justiça locais. 

    A nova versão do veto não impede que os cidadãos alvo entrem no país. Agora, eles serão examinados de acordo com a cooperação das autoridades locais com Washington e o nível de alerta que os Estados Unidos determinarem.

    "Tornar a América segura é minha prioridade número um", disse Trump no Twitter.

    A medida deve entrar em vigor no dia 18 de outubro. Entretanto, a Supremo irá realizar uma audiência em 10 de outubro para começar a decidir se o texto da ordem executiva anterior era descriminatória contra muçulmanos. 

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik