14:44 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Nicolás Maduro em 2014

    Maduro agradece a Trump por apoio ao diálogo com oposição venezuelana

    © REUTERS/ Miraflores Palace/Handout via Reuters
    Américas
    URL curta
    Medo de intervenção na Venezuela (8)
    1231

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, agradeceu ao mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, pelo apoio aos diálogos entre governo e oposição agendados para ocorrer na República Dominicana.

    "Os Estados Unidos, na declaração oficial do Departamento de Estado, fala sobre negociações, que é o conceito que eles dão. Eu chamo isso de diálogo", disse Maduro em seu programa dominical. "Agradeço ao presidente Donald Trump por seu apoio ao diálogo nacional".

    Na sexta-feira, o Departamento de Estado dos Estados Unidos emitiu um comunicado expressando seu apoio às negociações para a "completa restauração da democracia na Venezuela". A mediação da República Dominicana também foi elogiada pelo órgão estadunidense. 

    O governo venezuelano e as delegações da oposição concordaram em uma agenda de seis pontos para iniciar as negociações a partir de 27 de maio. 

    O presidente da Assembleia Nacional, Júlio Borges, contudo, afirmou que enxerga o processo de diálogo com "muitíssima cautela".

    Tema:
    Medo de intervenção na Venezuela (8)

    Mais:

    Opositor venezuelano quer participação internacional na mediação do diálogo com Maduro
    Oposição e Governo estão perto de acordo para retomar diálogo, diz Maduro
    Cúpula de Solidariedade à Venezuela é resposta de Maduro às ameaças de Donald Trump
    Nicolás Maduro anunciou a retomada do diálogo entre o governo e a oposição venezuelanos
    Maduro diz que, se preciso, 'vai se tornar ditador para estabilizar a Venezuela'
    Paris estaria planejando ajudar oposição venezuelana a derrubar Maduro?
    Opositora de Maduro é impedida de deixar a Venezuela
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, Nicolás Maduro, Donald Trump, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik