13:25 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Reunião do Conselho da Segurança da ONU em Nova York

    Bolívia apoiará candidatura equatoriana ao Conselho de Segurança da ONU

    © REUTERS / Brendan McDermid
    Américas
    URL curta
    0 11
    Nos siga no

    A Bolívia apoiará a candidatura do Equador para ocupar um dos 15 lugares do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) no período de 2023 a 2024, anunciaram os chanceleres dos dois países após uma reunião em Quito, no Equador, nesta segunda-feira (11).

    O ministro das Relações Exteriores da Bolívia, Fernando Huanacuni, também afirmou que seu país irá endossar a presidência do Equador na Comunidade Andina e no Grupo dos 77 — uma coalizão de países em desenvolvimento da ONU.

    A Comunidade Andina é um bloco econômico formado por Bolívia, Colômbia, Equador e Peru.

    Huanacuni também destacou sua disposição em fortalecer a integração regional, já que "estamos vivendo processos históricos muito importantes" e deve-se "manter a projeção de dignidade na América Latina e na região".

    Os chanceleres afirmaram que estão trabalhando para agendar um encontro entre o presidente do Equador, Lenín Moreno, e o mandatário boliviano, Evo Morales.

    Mais:

    Bolívia condena sanções dos EUA contra Rússia
    Chanceler brasileiro defende entrada da Bolívia e fim de barreiras no Mercosul
    Evo Morales: EUA executam golpe financeiro contra Venezuela
    Ex-assessor de Evo Morales é preso por tráfico de drogas em São Paulo (FOTO, VÍDEO)
    Evo Morales: condenação de Lula é 'mentira' para impedir sua candidatura presidencial
    Tags:
    ONU, Lenín Moreno, Evo Morales
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar