14:57 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    3145
    Nos siga no

    Um habitante do estado norte-americano da Flórida criou no Facebook, "por estar aborrecido", um evento apelando a atirar no furacão Irma. Do evento comparecerão já mais de 26 mil pessoas, outras 53 mil “têm interesse”, informa o jornal The Telegraph.

    "A mistura de estresse e enfado me estimulou a criar este evento", diz o autor da iniciativa Ryon Edwards, de 22 anos. "A reação acabou sendo uma grande surpresa para mim."

    A informação sobre o evento diz o seguinte: "Então, esta malandra pateta e ventosa chamada Irma, se está levantando contra nós, dizem eles. Vamos mostrar para Irma que somos nós quem atira primeiro."

    Segundo Edwards, ele nunca pensou que esta ideia louca fosse do agrado de alguém além dele mesmo. "De certo modo, eu perdi controle disso", acrescentou.

    De acordo com The Telegraph, no Facebook já foram criados outros eventos parecidos com este. A polícia do condado de Pasco, na Flórida, apelou às pessoas para não tentarem lidar com o furacão deste jeito.

    "Para esclarecer, não atirem no Irma. Não o vão fazer recuar e isso provocará efeitos colaterais perigosos", diz o Twitter da polícia.

    No momento, o furacão Irma, que já afetou o Caribe e provocou ondas de nove metros na capital cubana Havana, se está aproximando da costa norte-americana. De acordo com as autoridades, mais de seis milhões dos habitantes da Flórida devem ser evacuados.

    Mais:

    Rússia oferece assistência a Cuba e França pelos desastres causados pelo furacão Irma
    Governador da Flórida sobre furacão Irma: quem recusar a ser evacuado não sobreviverá
    Tags:
    polícia, susto, furacão Irma, Flórida, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar