01:23 27 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    301
    Nos siga no

    Um homem de Detroit, de 30 anos de idade, foi sentenciado quarta-feira por um tribunal distrital dos EUA a 45 meses de prisão por possuir explosivos que os promotores afirmam que planejava usar em um ato terrorista, de acordo com a mídia local.

    Um homem de 30 anos morador do estado Detroit foi condenado nesta quarta-feira por um tribunal distrital dos EUA a 45 meses de prisão por possuir explosivos que, segundo os promotores do caso, seriam usados em um ataque terrorista.

    "O réu é um defensor da organização terrorista… e ele adquiriu os explosivos e outras armas para se preparar para praticar atos violentos alinhados com o Estado Islâmico [Daesh]", disseram os promotores em documentos judiciais vistos pela Detroit Free Press.

    O suspeito, Sebastian Gregerson, foi preso em julho de 2016 depois de publicar declarações de apoio ao grupo terrorista Daesh e ameaçar cometer atos violentos, disse o Departamento da Justiça.

    Ele se declarou culpado de duas acusações de comprar uma arma de fogo através de um contrabandista e possuir dispositivos destrutivos não registrados. O Departamento de Justiça disse que acusado adquiriu corpos de granadas contendo explosivos altos e fusos de granadas de um agente secreto do FBI em março passado.

    Tags:
    Detroit Free Press, FBI, Estado Islâmico, Daesh, Departamento da Justiça dos EUA, Sebastian Gregerson, Estados Unidos, Detroit
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar