17:33 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump, se diverte com um bastão de beisebol durante evento na Casa Branca

    Pesquisa: Maioria dos americanos acredita que Trump deve sofrer impeachment

    © AFP 2017/ Olivier Douliery
    Américas
    URL curta
    1276126

    Uma nova pesquisa conduzida pela Universidade de Harvard mostrou que maioria dos entrevistados consideram as ações do presidente Donald Trump são um problema e a melhor solução seria um impeachment.

    Os resultados da pesquisa nacional mensal — conduzida pelo Centro de Estudos Políticos Americanos da Universidade Harvard e pela empresa de marketing de pesquisa Harris Insights e Analytics — publicados nesta semana mostraram que 43% dos eleitores querem que Trump seja retirado do escritório de uma maneira ou outra, enquanto 42% preferiria deixar as coisas como estão. 12% disseram que Trump deveria ser censurado pelo Congresso.

    A maneira do presidente lidar com a imigração ilegal e as tensões recentemente escaladas entre os EUA e a Coreia do Norte, acompanhadas das controversas observações do republicano sobre a violência em Charlottesville, aumentaram a rejeição à liderança do presidente entre os americanos e trouxe o impeachment de volta ao vocabulário da população.

    As teorias da conspiração sobre os supostos laços da campanha de Trump com a Rússia também podem ter influenciado o humor da nação, mas surpreendentes 60% dos entrevistados acreditam que as investigações relacionadas com a Rússia estão prejudicando, em vez de ajudar o país.

    No início da semana passada, "Impeach Trump" foi um dos assuntos mais comentados no Twitter. Enquanto alguns políticos já começaram o processo ou declararam suas intenções de fazê-lo, outros alertam que agora que o país parece estar dividido entre dois campos, as consequências de uma ação tão imprudente podem ser terríveis e até levar a uma guerra civil.

    "Tente tirá-lo de lá por impeachment. Apenas tente. Você terá um espasmo de violência — uma insurreição — neste país, como você nunca viu antes… Ambos os lados estão fortemente armados, meu amigo", disse ao TMZ o ex-consultor de Trump Roger Stone, que anteriormente trabalhou para eleger Richard Nixon e Ronald Reagan.

    Outros simplesmente se perguntam sobre o motivo pelo qual Trump seria deposto.

    "Impeachment do presidente Trump pelo que? Estar ofendido por ele? Discordando de suas políticas? Não há nenhuma evidência neste momento que mostra que ele cometeu 'traição, suborno ou outros crimes e delitos menores'", escreveu Shane Vander Hart do Caffeinated Thoughts, citando o Artigo II, Seção 4 da Constituição dos EUA.

    "A norma [para se realizar um impeachment] é exigente, e deve ser. O processo de impeachment não se destina a ser um canguru nem deve ser politizado".

    Mais:

    'É hora de falar em impeachment', diz escritor Stephen King sobre Trump
    Democratas planejam organizar impeachment de Trump
    Famoso 'profeta' político prevê impeachment de Trump
    Será que é possível impeachment de Donald Trump?
    Tags:
    impeachment, Constituição dos EUA, TMZ, Caffeinated Thoughts, Twitter, Universidade Harvard, Centro de Estudos Políticos Americanos da Universidade Harvard, Congresso dos EUA, Harris Insights and Analytics, Shane Vander Hart, Ronald Reagan, Richard Nixon, Roger Stone, Donald Trump, Estados Unidos, Charlottesville, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik