15:50 01 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)
    143
    Nos siga no

    Com potentes refletores, um artista projetou sua opinião sobre o presidente norte-americano na fachada de um dos principais hotéis da sua rede.

    O artista visual norte-americano Robin Bell levou a cabo um particular protesto político sob forma de "performance" artística: se colocando em frente do Trump International Hotel, em Washington, e se equipando de um potente projetor luminoso orientado para o edifício, ele fez aparecer na fachada algumas frases alusivas a Donald Trump.

    Entre outras, ali se pôde ler, em grandes letras maiúsculas, que "Donald Trump é um conhecido racista e um simpatizante dos nazistas".

    ​Outro slogan projetado na fachada do hotel dizia "Todos somos responsáveis por nos revoltarmos e acabarmos com o supremacismo branco".

    Não é a primeira vez que Bell utiliza esta forma de protesto. De fato, ao longo das últimas semanas ele tem estado particularmente ativo e se envolveu, de certa maneira, nos protestos relacionados com os distúrbios em Charlottesville.

    Em homenagem à jovem ali falecida, vítima do atropelamento brutal em massa cometido por um manifestante neonazista, ele fez projeções na fachada do "Newseum", uma instituição cultural e interativa sobre jornalismo. Nesse caso, ele destacou o nome da jovem assassinada, Heather Heyer, assim como sua data de nascimento e morte.

    ​Além disso, Bell também tomou parte da polêmica sobre os monumentos aos confederados.

    ​No meio de tais manifestações de contracultura, os EUA se mostram como um país mergulhado em um clima de alta tensão, gerado por uma forte reação social perante o auge das forças de extrema direita que começaram a se sentir como se fossem legitimadas após a chegada ao poder do presidente Trump.

    Entretanto, as declarações ambíguas do presidente norte-americano após os confrontos violentos em Charlottesville, nos quais ele culpou "ambas as partes", contribuíram para a tensão.

    Tema:
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)

    Mais:

    Trump tornou o ódio 'moda novamente' nos EUA, diz astro da NBA LeBron James
    Lula manda recado para 'seu Trump'
    Trump diz que 'os dois lados' têm culpa pela violência em Charlottesville
    Tags:
    neonazistas, artista, nazismo, protesto, racismo, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar