05:03 18 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    NBA basketball player LeBron James, of the Cleveland Cavaliers, accepts the award for best male athlete at the ESPY Awards at the Microsoft Theater on Wednesday, July 13, 2016, in Los Angeles.

    Trump tornou o ódio 'moda novamente' nos EUA, diz astro da NBA LeBron James

    © AP Photo/ Chris Pizzello/Invision
    Américas
    URL curta
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)
    1265

    O jogador de basquete LeBron James aumentou a lista dos críticos do presidente Donald Trump. O republicano está enfrentando ataques, mais uma vez, por suas declarações sobre conflitos em Charlottesville, Vírginia. Na ocasião, um homem branco atropelou um grupo de ativistas antirracismo e deixou uma mulher morta e outros 19 feridos.

    "O ódio sempre existiu na América. Sim, nós sabemos disso, mas Donald Trump acabou de torná-lo moda novamente! Estátuas não tem nada a ver conosco agora!" escreveu o jogador do Cleveland Cavaliers em seu Twitter.

    Em entrevista coletiva nesta terça-feira (15), Trump disse: "Há culpa dos dois lados. Então a alt-left [esquerda alternativa] que atacou a, como vocês dizem, alt-right [direita alternativa], tem algum tipo de culpa?".

    No sábado, a cidade de Charlottesville foi palco de um protesto de supremacistas brancos, como a KKK, e de neonazistas contra a remoção de uma estátua em homenagem ao general confederado Robert E. Lee — responsável pelas tropas do Sul escravocrata durante a Guerra Civil dos EUA. 

    Trump foi criticado pela demora em comentar os acontecimentos e por falas consideradas vagas por lideranças políticas. O próprio presidente da Câmara dos Deputados dos EUA e colega de Partido Republicano, Paul Ryan, afirmou que "não pode haver ambiguidade moral" e que a "supremacia branca é repulsiva".

    Tema:
    Violentos ataques de neonazistas em Charlottesville (23)

    Mais:

    Trump diz que 'os dois lados' têm culpa pela violência em Charlottesville
    Ódio nos EUA: Atropelador de Charlottesville era admirador de Hitler (VÍDEO)
    Conselheiro de Trump classifica violência em Charlottesville como terrorismo
    Trump incluiu 'supremacistas brancos' na condenação da violência em Charlottesville
    Tags:
    Partido Republicano, KKK, NBA, Paul Ryan, Donald Trump, Lebron James
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik