22:26 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    A Justiça do Panamá condenou William Dathan Holbert e Laura Reese, dos Estados Unidos, a 47 anos e 26 anos de prisão, respectivamente, pelo assassinato e roubo de cinco compatriotas no país centro-americano.

    Holbert, também conhecido como Wild Bill (Bill Selvagem), e Reese, sua ex-esposa, cometeram os crimes entre 2009 e 2010, na província de Bocas del Toro. Suas vítimas, segundo o La Estrella de Panamá, foram identificadas como Sheryl Hughes, Bo Icelar, Michael Brown, seu filho de 18 anos e Manchita Nankatroke, todas enterradas em uma propriedade do casal.

    "Condenam os cidadãos estrangeiros William Dathan Holbert e Laura Michelle Reese por homicídio e roubo de 5 estrangeiros em Bocas del Toro".

    Procurado pelas autoridades panamenhas, os criminosos foram capturados em julho de 2010, na Nicarágua. Além dos crimes no Panamá, eles também são suspeitos de ter cometido outros, incluindo assassinato, na Costa Rica, onde também moraram. 

    Mais:

    Serial killer on-line? Polícia americana caça usuário do Facebook que postou assassinato
    Tags:
    roubos, crimes, assassinatos, Laura Michelle Reese, William Dathan Holbert, Costa Rica, Panamá, EUA, Bocas del Toro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar