06:31 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Mike Pompeo

    Diretor da CIA: cubanos, russos, iranianos e Hezbollah estão na Venezuela

    © flickr.com/ Gage Skidmore
    Américas
    URL curta
    534613529

    Venezuela pode representar uma "ameaça" para os EUA, se a situação no país sul-americano continuar piorando, disse o diretor da Agência Central de Inteligência norte-americana (CIA), Mike Pompeo.

    "Os cubanos estão lá, os russos estão lá, os iranianos e Hezbollah estão lá. É algo pode levar à uma situação muito, muito ruim, de modo que os Estados Unidos precisam levar isso a sério", disse o diretor da CIA em uma entrevista à Fox News.

    Nesta sexta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que Washington avalia "várias opções para a Venezuela, até mesmo uma opção militar, se for necessário", depois de observar que "as pessoas estão sofrendo e morrendo" no país.

    Com essas declarações, segundo Pompeo, o líder dos EUA tentou "oferecer uma esperança e uma oportunidade ao povo da Venezuela de criar uma situação na qual a democracia possa ser restaurada".

    Pompeo afirmou que o "regime" de Nicolás Maduro pratica "repressões horríveis" e que o papel dos Estados Unidos é "trabalhar com os parceiros latino-americanos para restaurar a democracia" no país.

    Mais:

    Mercosul rechaça uso da força na Venezuela
    Ameaça militar de Trump à Venezuela deixa países sul-americanos em alerta
    Pentágono não recebeu ordens para preparar ação militar contra Venezuela
    Tags:
    ameaça, paranoia, Hezbollah, CIA, Mike Pompeo, Irã, Cuba, Rússia, EUA, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik