06:14 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Base militar estadunidense na ilha de Guam, Micronésia

    Trump: Guam lucrará com turismo após ameaças da Coreia do Norte

    © REUTERS/ U.S. Navy
    Américas
    URL curta
    403

    O bem-humorado presidente dos EUA, Donald Trump, disse que Guam ganhou publicidade gratuita e que, graças às ameaças da Coreia do Norte, muitos turistas ficaram sabendo da existência da ilha.

    "Posso dizer que o seu fluxo de turistas aumentará em dez vezes sem nenhum tipo de gasto financeiro, por isso receba minhas felicitações", disse Trump durante uma conversa telefônica com o governador da ilha, também republicano Eddie Calvo, que publicou a gravação da conversa em sua página no Facebook. O presidente norte-americano também afirmou que Calvo ficará "extremamente popular".

    Segundo Trump, ninguém deseja mais uma solução pacífica para o conflito com a Coreia do Norte do que ele. No entanto, o presidente afirmou que não excluiu o "pior".

    "Senhor presidente, na qualidade de governador de Guam e de cidadão dos EUA, declaro que nunca me senti mais seguro, do que com o senhor no comando", declarou por sua vez Eddie Calvo.

    Trump respondeu que ele deveria ter sido eleito presidente oito anos atrás.

    A última semana tem sido tensa para as relações entre Pyongyang e Washington. Coreia do Norte declarou que estuda atacar com seus mísseis as bases militares norte-americanas na ilha de Guam, localizada na parte oeste do Oceano Pacífico. 

    O presidente Donald Trump, em resposta, ameaçou responder com "fogo e fúria", se houver uma real ameaça para os Estados Unidos por parte da Coreia do Norte.

    Mais:

    Especialista chinês comenta ameaças da Coreia do Norte de atacar Guam
    Trump: 'Soluções militares prontas, se Coreia do Norte agir imprudentemente'
    Austrália apoiará EUA em caso de ataque da Coreia do Norte
    Pentágono já está pronto para 'resolver' conflito com Coreia do Norte usando força militar
    Temendo Coreia do Norte, Japão vai instalar mais sistemas de mísseis Patriot
    Tags:
    mísseis balísticos, turismo, Eddie Calvo, Donald Trump, Coreia do Norte, EUA, Guam
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik