00:00 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    124
    Nos siga no

    Os ministros das Relações Exteriores do Uruguai Rodolfo Nin Novoa e Jorge Faurie, da Argentina, se reuniram em Montevidéu para coordenar a posição a ser adotada pelo Mercosul quanto a uma possível sanção a Venezuela.

    "No sábado, eles saberão", disse Nin Novoa a repórteres sobre qual posição o Uruguai adotaria na reunião de chanceleres que será realizada dia 5 de agosto no Brasil para discutir a ativação de sanções no âmbito do Protocolo de Ushuaia em situações de ruptura democrática de qualquer  um de seus membros.

    "Os Ministros das Relações Exteriores abordaram temas sobre a agenda bilateral e analisaram questões relevantes da região e do mundo", informou um comunicado do Ministério das Relações Exteriores da Argentina ao descrever o encontro.

    Sobre questões regionais, Nin Novoa e Faurie falaram sobre "o desenvolvimento das negociações Mercosul-UE (União Europeia), a necessidade de reforçar a integração dentro do bloco e de avançar na aproximação e associação com outros blocos e países", continua a nota.

    Um comunicado do Ministério das Relações Exteriores uruguaio indica que os ministros "analisaram a agenda bilateral ampla, destacando as coincidências políticas e progressos concretos em várias questões de dinâmicas econômicas e comerciais, sem negligenciar questões regionais e multilaterais".

    A aplicação do Protocolo de Ushuaia, assinado pelo Mercosul para barrar falhas democráticas nos seus países membros, significaria que a exclusão da Venezuela da união aduaneira. O acordo foi adotado em 24 de Julho de 1998. Seria uma reação à convocação da Assembleia Constituinte, que deve iniciar os trabalhos nesta sexta (4).

    O Mercosul é formado por Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela, embora o país de Maduro esteja suspenso por não adotar todas as regras do bloco.

    Mais:

    Secretário-geral da OEA afirma apoiar sanções contra Venezuela
    EUA estudam aplicar novas sanções contra a Venezuela
    Maduro chama de 'infâmia', sanções americanas contra vice da Venezuela
    Venezuela condena prorrogação das sanções norte-americanas
    Tags:
    Venezuela, Argentina, Uruguai, Paraguai, Brasil, Rodolfo Nin Novoa, Nicolás Maduro, Jorge Faurie, Ministério das Relações Exteriores da Argentina, Ministério das Relações Exteriores do Uruguai, Assembleia Nacional Constituinte da Venezuela, Mercosul, União Europeia, Protocolo de Ushuaia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar