01:15 17 Julho 2018
Ouvir Rádio
    President Donald Trump, flanked by members of law enforcement, speaks before signing bills in the Diplomatic Reception Room at the White House

    Trump dá ultimato no Irã e avisa sobre 'sérias consequências'

    © AP Photo / Alex Brandon
    Américas
    URL curta
    46330

    A Casa Branca emitiu um comunicado nesta sexta-feira (21) dizendo que o Irã irá sofrer "novas e sérias consequências" caso não liberte presos estadunidenses mantidos no país.

    "O presidente Trump está preparado para impor novas e sérias conseqüências ao Irã, a menos que todos os cidadãos americanos injustamente presos sejam liberados e retornados", afirma o comunicado.

    Os EUA pedem o retorno de Robert Levinson, ex-agente do FBI preso no país há mais de 10 anos, e do empresário Siamak Namazi e de seu pai Baquer Namazi. Washington afirma que eles estão sendo detidos injustamente.

    "Por quase 40 anos, o Irã usou detenções e sequestro de reféns como uma ferramenta de política estatal, uma prática que continua até hoje com a recente condenação de Xiyue Wang a dez anos de prisão", afirmou a Casa Branca.

    Wang é um estadunidense nascido na China que recentemente foi acusado de espionagem. Ele tem 37 anos e cursava pós-graduação na Universidade de Princeton antes de ser detido.

    "O presidente Trump exorta o Irã a enviar Robert Levinson para casa", afirmou o comunicado.

    Levinson trabalhou para o FBI antes de se aposentar em 2007, quando viajou sozinho para o Irã. O especialista político Mojtaba Jalalzadeh, da Universidade Azad Islâmica, fundado na capital do Irã, disse à Sputnik Pérsia: "mais tarde, soube-se que ele manteve laços estreitos com o FBI e chegou ao Irã em uma missão de espionagem".

    Siamak e Baquer Namazi também estão incluídos na lista de demandas de Washington.

    Mais:

    Trump adverte Irã de 'não brincar com fogo' e promete não ser tão bom como Obama
    Trump qualifica Irã como Estado terrorista número um
    Casa Branca: Trump está pronto para agir contra o Irã
    Trump aconselha presidente do Irã a ter cuidado
    Tags:
    Casa Branca, FBI, Universidade Azad Islâmica, Xiyue Wang, Baquer Namazi, Siamak Namazi, Donald Trump, Mojtaba Jalalzadeh, Robert Levinson, Washington, Estados Unidos, Irã, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik