10:14 15 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    O líder norte-coreano, Kim Jong-un, com os participantes do VIII Congresso da União de Crianças da Coreia do Norte, realizado em Pyongyang

    EUA proíbem seus cidadãos de viajar para Coreia do Norte

    © REUTERS / KCNA
    Américas
    URL curta
    1163

    A partir de agosto, os cidadãos dos EUA não terão permissão para viajar para a Coreia do Norte devido ao sério risco de prisão e detenção de longa duração, disse a porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Heather Nauert, nesta sexta-feira (21).

    "O Secretário [Rex Tillerson] autorizou uma Restrição de Viagem Geográfica sobre o uso de passaportes de cidadãos dos Estados Unidos para viajar à Coreia do Norte", afirmou Nauert.

    Anteriormente, o Departamento de Estado apenas não recomendava viagens para o país de Kim Jong-un.

    Depois que a medida entrar em vigor, os estadunidenses poderão conhecer a Coreia do Norte legalmente apenas com um "passaporte especial de validação", que será feito pelo Departamento de Estado de acordo com cada caso para "certos objetivos humanitários limitados ou outros fins", de acordo com um comunicado.

    Não foi especificado quais seriam os "outros fins" que seriam considerados legítimos.

    Os cidadãos dos EUA que visitam a Coreia do Norte costumam voar primeiro para a China e depois para Pyongyang. Um gerente de uma agência de viagens de Pequim que vende pacotes para a Coreia do Norte afirmou à Associated Press que cerca de 800 a 1000 estadunidenses viajam para Pyongyang por ano.

    Mais:

    Moscou: 'Coreia do Norte nunca lançou um míssil balístico intercontinental'
    Havaí se prepara para um ataque da Coreia do Norte
    Mesmo ignorada, Coreia do Sul insiste em negociar com a Coreia do Norte
    Coreia do Norte chama de absurda proposta de Seul de realizar conversações
    Líder da Coreia do Norte busca acordo de paz com os EUA, diz jornal
    Pentágono: Coreia do Norte é incapaz de lançar um ataque preciso contra EUA
    Coreia do Norte pode entrar em colapso 'repentinamente', diz ex-subsecretário dos EUA
    Tags:
    Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, Rex Tillerson
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik