15:44 24 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Bandera de Venezuela

    Trump: EUA adotarão medidas econômicas se Maduro convocar a Constituinte

    © REUTERS/ Juan Medina
    Américas
    URL curta
    1946535

    O presidente dos EUA, Donald Trump, declarou que os Estados Unidos "adotarão medidas econômicas firmes" se o líder da Venezuela, Nicolás Maduro, convocar a Assembleia Constituinte no próximo dia 30 de julho.

    "Ontem o povo da Venezuela mais uma vez deu a entender estar a favor da democracia, liberdade e supremacia da lei. Apesar disso, suas ações resolutas e corajosas continuam sendo ignoradas por um líder ruim, que sonha em se tornar ditador", afirma a declaração de Trump.

    Ele destacou que, "se o regime de Maduro convocar a Assembleia Constituinte no dia 30 de julho, os EUA adotarão medidas econômicas resolutas o mais breve possível".

    O departamento de Estado dos EUA também pediu a revogação da Assembleia Constituinte pelas autoridades venezuelanas.

    "Milhões de votos de venezuelanos não devem ser ignorados. Os Estados Unidos pedem ao governo da Venezuela revogar a convocação da Assembleia Nacional Constituinte. Nós dirigimos aos governos ocidentais de todo o mundo, para que se juntem ao apelo para que o presidente Maduro revogue esse processo, que visa minar a democracia na Venezuela", diz o texto do comunicado do órgão.

    Neste domingo, um referendo popular foi realizado na Venezuela. O referendo foi organizado pela oposição e não tem valor jurídico. Cerca de 7,2 milhões de pessoas participaram da votação, cuja grande maioria votou pela revogação da Assembleia Constituinte, uma iniciativa do presidente Nicolás Maduro. 

    As autoridades venezuelanas já anunciaram não reconhecer os resultados da votação e prometem realizar a Assembleia Constituinte.

    Mais:

    Papa Francisco diz que ora pela Venezuela
    Cerca de um milhão de expatriados participaram de plebiscito venezuelano, estima oposição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik