11:20 30 Março 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    78218
    Nos siga no

    Cerca de 800 marinheiros e fuzileiros navais americanos participarão de manobras conjuntas com outros 16 países.

    De acordo com o Comando Europeu das Forças Armadas dos EUA (EUCOM), os Estados Unidos concentrarão uma importante força no mar Negro para participar das manobras Sea Breeze 2017 que serão realizados de dia 10 ao dia 22 de julho no mar Negro nas regiões costeiras da Ucrânia.

    Os objetivos declarados destes exercícios são melhorar a flexibilidade e interoperabilidade das tropas e frotas participantes e fortalecer a "capacidade de resposta combinada". Na opinião dos organizadores, as manobras buscam proporcionar uma estabilidade para a região do mar Negro, destaca a página web da 6ª Frota dos EUA.

    A agenda inclui, entre outras missões, treinos de um bloqueio naval, defesa aérea e guerra antissubmarino, táticas de controle de danos, busca e salvamento e desembarque em combate.

    O cruzador USS Hue City e o destróier USS Carney norte-americanos levarão a bordo um total de 800 tripulantes e fuzileiros navais. Da parte americana, dos treinamentos participará também um Boeing P-8 Poseidon.

    Neste ano manobras contarão com presença da Bélgica, Bulgária, Canadá, França, Geórgia, Grécia, Itália, Lituânia, Moldávia, Noruega, Polónia, Reino Unido, Suécia, Turquia e Ucrânia, que é o país anfitrião. Os exercícios multilaterais se realizam anualmente desde 1997.

    Mais:

    Ucrânia define local de exercícios militares Sea Breeze 2016
    Treinamentos militares internacionais Sea Breeze 2016 se iniciam perto da Rússia
    Navios da Frota do Mar Negro treinam combate naval no Mediterrâneo
    Aviões de ataque russos participam de manobras da Frota do mar Negro
    Tags:
    manobras navais, USS Carney, Sea Breeze, OTAN, mar Negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar