21:27 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2 0 0
    Nos siga no

    A interferência nas eleições dos EUA pode ter acontecido tanto por parte da Rússia como de outros países, disse o presidente norte-americano, Donald Trump durante a coletiva de imprensa com seu homôlogo polonês Andrzej Duda.

    A afirmação foi feita na véspera do primeiro encontro pessoal com o presidente russo, Vladimir Putin, que terá lugar em 7 de julho à margem da cúpula do G20, em Hamburgo.

    "Acho que muitos estão interferindo. Acontece faz muito tempo […]. Barack Obama, enquanto presidente, sabia disso… em agosto [de 2016]. As eleições decorreram em novembro. Ele teve muito tempo, mas não fez nada. Por que é que não fez nada? Disseram-lhe que foi a Rússia", disse Trump.

    De acordo com Trump, o ex-presidente pensava que Hillary Clinton deveria ganhar e, por isso, propôs "não fazer nada".

    "Se ele pensasse de outra maneira, teria feito pelo menos algo… Se pensasse que eu iria ganhar as eleições, teria tomado muitas medidas em relação a este assunto", acrescentou.

    No Congresso norte-americano já tiveram lugar várias discussões sobre a alegada "intervenção russa", mas a inteligência do país recusou apresentar quaisquer provas disso, alegando o caráter secreto da informação.

    Além disso, a mídia dos EUA tem publicado regularmente materiais sobre os contatos entre os membros da campanha eleitoral de Trump com altos responsáveis e homens de negócios russos, citando em geral fontes anônimas.

    As autoridades da Rússia tem negado repetidamente as acusações de intervenção nas eleições norte-americanas, qualificando-as como infundadas. Segundo sublinhou Vladimir Putin, tal intervenção não tem nenhum sentido para Moscou.

    Mais:

    Trump critica China por aumentar trocas comerciais com Coreia do Norte
    #CNNBlackmail: emissora 'chantageou' o criador do meme, no qual 'apanha' de Trump
    Tags:
    acusações, eleições, intervenção, Andrzej Duda, Donald Trump, Polônia, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar