04:51 24 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Carro da polícia de Nova York em uma ocorrência na região central da cidade norte-americana

    Carro avança sobre calçada e atropela várias pessoas em Nova York

    © AFP 2018 / EMMANUEL DUNAND
    Américas
    URL curta
    217

    O Departamento de Bombeiros de Nova York (EUA) informou na tarde desta quinta-feira que pelo menos 10 pessoas ficaram feridas, incluindo uma que foi hospitalizada, depois que um um carro avançou sobre a calçada no centro da cidade.

    O acidente aconteceu entre a rua 37 e a Nona avenida.

    Vários outros veículos foram danificados com o acidente, que aconteceu durante a hora do almoço.

    Com placas do estado americano da Georgia, o carro que atropelou quem passava pelo local ficou preso entre uma árvore e as janelas de um apartamento de luxo da região.

    De acordo com o dono de uma loja que fica do lado oposto ao acidente, o veículo perdeu o controle após ser atingido por outro carro.

    Foi assim, segundo a mesma testemunha, que o carro descontrolado - que contava com cinco ocupantes (a motorista, duas mulheres e duas crianças) - atingiu outros dois veículos e avançou sobre as pessoas na calçada.

    A maioria das pessoas atingidas pelo veículo desgovernado parecia bem durante o atendimento médico, mas havia muito sangue no local.

    A vítima levada ao hospital estaria em uma condição crítica, segundo as primeiras informações divulgadas pela imprensa norte-americana.

    De acordo com o New York Daily News, já há a suspeita de que a motorista do carro tenha avançado o sinal, ocasionando as demais colisões.

    As investigações sobre o acidente já estão em andamento e ninguém foi detido.

    Mais:

    Tweet de Trump de 5 meses atrás faz Coreia do Norte ameaçar ataque a Nova York
    Delegação de congressistas de Nova York anuncia visita à Rússia
    Paraquedista da Marinha dos Estados Unidos morre em acidente durante exibição em Nova York
    Tags:
    atropelamento, SUV, Estados Unidos, Nova York
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik