20:54 20 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    730
    Nos siga no

    Foi comunicado que os políticos estavam se preparando para uma partida de beisebol do Congresso quando um homem armado abriu fogo.

    De acordo com a rede de televisão americana CBS, entre as 4 pessoas baleadas na sequência do incidente está um congressista republicano, sendo que os disparos foram efetuados em um campo de beisebol.

    ​Foi especificado que o ataque visava particularmente o membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, líder da maioria republicana, Steve Scalise, que acabou sendo baleado, bem como seus assessores, comunica o canal Fox News.

    ​A Polícia americana recebeu uma chamada de emergência na cidade de Alexandria, estado da Virgínia, a uns 11 quilômetros ao sul de Washington D.C.

    ​O republicano Mo Brooks, que evidenciou a cena, comunicou à mídia que o atacante era um homem branco e efetuou mais de 50 tiros.

    ​O porta-voz da Casa Branca Sean Spicer comunicou no seu Twitter que o presidente dos EUA, Donald Trump, e o vice-presidente, Mike Pence, já estão a par do acontecido.

    De acordo com o comunicado da imprensa local, vários congressistas se esconderam em um prédio vizinho após se darem de conta da situação. O suspeito já foi detido, mas ainda se desconhecem os detalhes sobre sua identidade.

    A Casa Branca emitiu um comunicado, confirmando que o presidente Donald Trump já tinha sido informado sobre o acidente na Virgínia e que ele está "acompanhando o desenvolvimento dos acontecimentos".

    "Lamentamos profundamente esta tragédia. Nossos pensamentos e orações estão com os membros do Congresso e suas equipes, a Polícia do Capitólio, os trabalhadores do serviço médico e os outros afetados", diz-se na mensagem.

    Mais:

    Ao menos 200 bombeiros lutam com enorme incêndio em Londres (FOTOS, VÍDEO)
    Novo ataque em universidade dos EUA deixa morto e feridos
    Tiroteio em Orlando, EUA, deixa múltiplas vítimas
    Tags:
    congresso, feridos, tiroteio, Congresso, Partido Republicano, Sean Spicer, Donald Trump, Virgínia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar