17:45 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    160
    Nos siga no

    A Comissão de Comércio Internacional dos EUA aprovou, por 5 votos a zero, que há evidências suficientes de danos à indústria de aviação local para que o Departamento de Comércio continue investigando a Bombardier por supostas vendas subsidiadas ilegalmente.

    A denúncia foi levantada pela estadunidense Boeing, que acusa a canadense Bombardier de violar regras antidumping ao vender aviões abaixo de preços justos. O motivo da disputa é a venda de 75 aviões da Bombardier para a Delta Air Lines.

    A Bombardier afirmou que está confiante de que as reivindicações da Boeing serão rejeitadas após uma análise mais detalhada das autoridades dos EUA.

    No mês passado, a ministra das Relações Exteriores canadense, Chrystia Freeland, afirmou que o Canadá poderia cancelar uma possível compra de 18 jatos militares da Boeing por US$ 2 bilhões. O motivo da possível desistência seria a disputa entre Bombardier e Boeing.

    A Boeing disse que "o comércio só funciona se todos jogarem com as mesmas regras", e previu que seus negócios com o Canadá "continuarão a prosperar muito depois que essa questão comercial for resolvida".

    Mais:

    Rússia apresenta queixa na OMC contra as sanções aplicadas pela Ucrânia
    EUA cogitam sair da OMC e rever acordos de livre comércio
    'OMC não conseguirá agir nos interesses dos EUA na disputa com Brasil'
    OMC divulga previsões pessimistas
    Kiev acusou Moscou de violar normas da OMC
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar