13:35 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    OEA suspensão Venezuela

    Sem consenso, OEA suspende discussão sobre crise na Venezuela

    © AFP 2019 / Juan Barreto
    Américas
    URL curta
    841
    Nos siga no

    A Organização dos Estados Americanos interrompeu indefinidamente as negociações da crise na Venezuela por falta de consenso quanto a qual caminho a seguir.

    Enviados de 34 nações americanas, incluindo 18 ministros das Relações Exteriores, se reuniram em Washington para escolher entre duas declarações sobre a situação política na Venezuela, que requer pelo menos 23 votos.

    O projeto apresentado pelos Estados Unidos, Canadá, México, Peru e Panamá exortaria o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, a convocar eleições antecipadas e a libertar prisioneiros políticos, enquanto uma iniciativa caribenha pediria diálogo entre forças políticas rivais, de acordo com El National.

    O ministro das Relações Exteriores da Guatemala, Carlos Raul Morales, que presidiu a reunião, disse que nenhum consenso foi alcançado sobre como enfrentar a turbulência na Venezuela, que levou mais de 60 vidas desde o início de abril. O principal negociador das Bahamas disse que as nações participantes concordaram em continuar conversando.

    O presidente Maduro declarou no final de abril que estava retirando o país da OEA, um bloco regional, depois que o órgão votou a favor de convocar uma reunião urgente para discutir protestos mortais na Venezuela. Em 29 de abril, a Venezuela entregou uma carta sobre sua retirada ao secretário-geral da organização. O processo de retirada demora dois anos, mas Maduro disse que seria acelerado.

    A oposição venezuelana acusa o governo de manejar mal o país, causando uma grave escassez de bens básicos de consumo. O presidente Maduro planeja criar uma assembleia constituinte para reescrever a Constituição como uma saída para a crise política que surgiu depois que o Supremo Tribunal assumiu brevemente os poderes legislativos da Assembleia Nacional controlada pela oposição.

    Mais:

    Mesmo dividida, OEA busca solução para a crise da Venezuela
    Venezuela notificou o secretário-geral da OEA sobre saída da organização
    Revolução na Venezuela: por que o país se retira da OEA?
    Venezuela iniciará processo para se retirar da OEA
    Tags:
    crise, Assembleia Nacional da Venezuela, Supremo Tribunal de Justiça da Venezuela, Ministério das Relações Exteriores da Guatemala, El National, Organização dos Estados Americanos (OEA), Carlos Raul Morales, Nicolás Maduro, Venezuela, Panamá, Peru, México, Canadá, Estados Unidos, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar