13:38 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Votação dos membros do Conselho de Segurança da ONU sobre resolução proposta por Washington, Londres e Paris quanto à Síria

    A vez dos latinos: Bolívia assumirá a presidência do Conselho de Segurança da ONU

    © AFP 2019 / KENA BETANCUR
    Américas
    URL curta
    220
    Nos siga no

    O embaixador boliviano para o organismo internacional, Sacha Llorenti, divulgou que seu país assume a direção do Conselho no próximo dia 01 de junho.

    "A Bolívia vai presidir o Conselho de Segurança da ONU a partir de 1 de junho de trabalhar de forma responsável para assumir o desafio", escreveu o diplomata em sua conta no Twitter.

    ​A Bolívia foi eleita em junho do ano passado como membro não-permanente do Conselho de Segurança e em janeiro, se tornou presidente da Comissão para a não proliferação de armas nucleares, químicas ou biológicas, cargo que ocupará até 2018.

    No contexto do Conselho de Segurança, a Bolívia não se manifestou pela intervenção unilateral dos EUA contra a Síria e defende uma solução pacífica entre Israel e Palestina.

    Enquanto isso, o Brasil não apresentou candidatura para o órgão mais importante das Nações Unidas. Caso não consiga negociar a vaga com nenhum vizinho regional, o país deve ficar de fora do Conselho pelo menos até 2033.

    Mais:

    Conselho de Segurança da ONU marca reunião para discutir teste da Coreia do Norte
    Conselho de Segurança da ONU vota projeto de sanções contra a Síria
    Conselho de Segurança da ONU votará sanções contra Síria
    Conselho de Segurança da ONU aprova resolução relacionada com morte do embaixador russo
    Tags:
    Twitter, Nações Unidas, Conselho de Segurança da ONU, Sacha Llorenti, Estados Unidos, Palestina, Bolívia, Síria, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar