21:31 19 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1374
    Nos siga no

    A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zajárova, declarou que os russos estão prontos para buscar uma solução pacífica para a crise venezuelana, se tal assistência for necessária. Ela destacou, porém, que "qualquer ação na Venezuela deve respeitar a Constituição, sem interferência externa".

    "A Rússia se manifestou e continua a fazê-lo sobre a resolução de conflitos internos na Venezuela através de meios pacíficos e civilizados. Estamos prontos para falar com todas as forças políticas da Venezuela dispostas a dialogar. Se fosse requerida a ajuda da Rússia no processo, proporcionaríamos assistência na medida solicitada", afirmou a porta-voz.

    O Ministério das Relações Exteriores russo descartou que a crise interna que a Venezuela vive põe em risco a segurança de toda a região, em comentário às consultas realizadas ontem pela embaixadora americana Nikki Haley no Conselho de Segurança da ONU.

    Zajárova convidou Washington e outros governos a trabalharem juntos para reduzir a tensão no país latino-americano. Do parte venezuelana, as consultas convocadas pelo representante dos Estados Unidos foram classificadas como um fracasso.

    Mais:

    Brasil e mais 7 países latino-americanos condenam violência contra civis na Venezuela
    Crise na Venezuela: fenômeno estrutural ou sintoma da queda esquerdista?
    Jovem morre e 160 ficam feridos em protestos da oposição na Venezuela
    Tags:
    Rússia, Washington, Venezuela, Nikki Haley, María Zajárova, Conselho de Segurança da ONU, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Constituição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar