13:49 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, fala durante evento por ocasião dos 70 anos de relações diplomáticas entre a Rússia e as nações da América Latina (foto de arquivo)

    Diplomata cubano: relações entre Rússia e América Latina estão em alta

    © Sputnik/ Alexey Filippov
    Américas
    URL curta
    450

    As relações entre a Rússia e os países da América Latina estão no auge de seu desenvolvimento, disse na quinta-feira (18) o embaixador de Cuba em Moscou Emilio Lozada García.

    "No que diz respeito às relações da Rússia com nossos países e com nosso continente, posso dizer que estão passando os melhores momentos em sua história, momentos maravilhosos. O diálogo político está em um nível muito alto: em 2013 o presidente do governo russo visitou o Brasil e Cuba e, em 2015, o presidente da Rússia Vladimir Putin fez uma viagem pela América Latina, que incluiu tais países como Cuba, Nicarágua, Brasil e Argentina", disse García durante a reunião entre os embaixadores dos países da América Latina e Aleksei Pushkov, presidente da Comissão do Conselho da Federação para Política Informacional.

    Segundo o embaixador, no momento a Rússia e os países latino-americanos partilham a opinião de que quaisquer conflitos internacionais devem ser resolvidos seguindo o direito internacional e a Carta da OTAN.

    "A Rússia e a América latina partilham a mesma política que permite evitar a unipolaridade nas relações internacionais. Ambas as partes saúdam e apoiam a multipolaridade. Estamos avançando, mesmo que seja menos rápido do que desejaríamos nos assuntos econômicos e de investimentos e achamos a Rússia um parceiro estratégico importante nesta área. Embora atualmente o volume de comércio totalize cerca de 12 milhões de dólares (R$ 37,62 milhões), pensamos que há muitos projetos prometedores, que ambas as partes poderiam desenvolver.

    Além disso, sublinha o embaixador, os países da América latina nunca apoiaram as sanções do Ocidente introduzidas contra a Rússia. Por este motivo, nossos países mantêm laços estreitos na área de economia e de comércio.

    "Enquanto os membros da União europeia cortaram seu comércio, inclusive de produtos agrícolas, a América Latina pelo contrário abre suas portas para estabelecê-lo. Este é mais um aspecto importante de nossas relações bilaterais", concluiu o embaixador.

    Facebook

    Procure a página Sputnik Brasil no Facebook e descubra as notícias mais importantes. Curta e compartilhe com seus amigos. Ajude-nos a contar sobre o que os outros se calam!

    Mais:

    O dia em que Cuba poderia ter se tornado 'Estado fantoche' dos EUA
    Em debate sobre a Rússia, Brasil é visto como pacificador de conflitos na Ucrânia e Síria
    Tags:
    laços comerciais, cooperação bilateral, Emilio Lozada García, Cuba, América Latina, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik