11:43 22 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Um manifestante atira um coquetel Molotov, durante os protestos contra o governo em Caracas, na Venezuela, em 10 de abril de 2017

    Autoridades venezuelanas prendem paramilitares colombianos infiltrados em protesto

    © REUTERS/ Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    281709150

    Seis supostos paramilitares colombianos foram detidos no estado venezuelano de Táchira (no oeste do país) com uniformes da Polícia Nacional, disse o ministro do Interior Justiça e Paz venezuelano, Néstor Reverol.

    Os detidos foram identificados e estão na ordem da justiça venezuelana. O ministro acusou os detentos agir como infiltrados nas manifestações da oposição para gerar violência.

    Reverol disse ainda que a região de Táchira foi alvo recente de 11 assaltos a estabelecimentos comerciais, com prejuízos comerciais. Além disso, nove locais da polícia e da Guarda Nacional foram alvo de manifestações em 16 de Maio.

    Resposta governamental

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou a militarização da fronteira entre seu país e a Colômbia.  Assim, foi ordenada "a transferência de 2.000 guardas e 600 tropas de operações especiais", de acordo com uma declaração transmitida pela emissora estadual VTV.

    Desta forma, o governo leva a cabo "uma segunda fase" do estado de emergência através do "emprego do Plano Zamora" na região ocidental da Venezuela. A Colômbia ainda não se manifestou sobre as declarações do vizinho.

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Mais:

    Brasil e mais 7 países latino-americanos condenam violência contra civis na Venezuela
    Crise na Venezuela: fenômeno estrutural ou sintoma da queda esquerdista?
    Nicolás Maduro convoca Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela (VÍDEO)
    Revolução na Venezuela: por que o país se retira da OEA?
    Uruguai não apoia o uso da cláusula democrática contra a Venezuela, afirma Tabaré Vázquez
    Tags:
    Plano Zamora, Ministério do Interior, da Justiça e da Paz da Venezuela, Néstor Reverol, Nicolás Maduro, Táchira, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik