08:53 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    28150
    Nos siga no

    Seis supostos paramilitares colombianos foram detidos no estado venezuelano de Táchira (no oeste do país) com uniformes da Polícia Nacional, disse o ministro do Interior Justiça e Paz venezuelano, Néstor Reverol.

    Os detidos foram identificados e estão na ordem da justiça venezuelana. O ministro acusou os detentos agir como infiltrados nas manifestações da oposição para gerar violência.

    Reverol disse ainda que a região de Táchira foi alvo recente de 11 assaltos a estabelecimentos comerciais, com prejuízos comerciais. Além disso, nove locais da polícia e da Guarda Nacional foram alvo de manifestações em 16 de Maio.

    Resposta governamental

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ordenou a militarização da fronteira entre seu país e a Colômbia.  Assim, foi ordenada "a transferência de 2.000 guardas e 600 tropas de operações especiais", de acordo com uma declaração transmitida pela emissora estadual VTV.

    Desta forma, o governo leva a cabo "uma segunda fase" do estado de emergência através do "emprego do Plano Zamora" na região ocidental da Venezuela. A Colômbia ainda não se manifestou sobre as declarações do vizinho.

    Mais:

    Brasil e mais 7 países latino-americanos condenam violência contra civis na Venezuela
    Crise na Venezuela: fenômeno estrutural ou sintoma da queda esquerdista?
    Nicolás Maduro convoca Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela (VÍDEO)
    Revolução na Venezuela: por que o país se retira da OEA?
    Uruguai não apoia o uso da cláusula democrática contra a Venezuela, afirma Tabaré Vázquez
    Tags:
    Plano Zamora, Ministério do Interior, da Justiça e da Paz da Venezuela, Néstor Reverol, Nicolás Maduro, Táchira, Colômbia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar