07:09 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O presidente dos EUA Donald Trump

    Trump diz que tem direito a trocar informações com a Rússia

    © AP Photo/ Andrew Harnik
    Américas
    URL curta
    1834

    O presidente dos EUA Donald Trump disse na terça-feira (16) que ele quis e tinha o direito de compartilhar informação sobre segurança aérea e terrorismo com as autoridades russas.

    Na segunda-feira (15), o jornal Washington Post informou, citando fontes oficiais, que Trump revelou informação altamente confidencial durante sua reunião com o chanceler russo Sergei Lavrov e o embaixador russo nos EUA Sergei Kislyak.

    "Como presidente, eu queria avisar a Rússia (durante a reunião planejada na Casa Branca), e eu tenho o direito absoluto de o fazer, sobre fatos relativos a terrorismo e à segurança aérea. São razões humanitárias, além disso, eu quero que a Rússia dê um grande passo em frente na sua luta contra Daesh e terrorismo", escreveu Trump.

    O chanceler russo, Sergei Lavrov, em encontro com o presidente dos EUA, Donald Trump, em 10 de maio de 2017, na Casa Branca
    © Foto: Ministério das Relações Exteriores da Rússia
    Anteriormente, o secretário de Estado dos EUA Rex Tillerson disse que todas as acusações são falsas e que Trump na reunião com Lavrov e Kislyak discutiu muitos assuntos referentes a contraterrorismo, mas não foram mencionadas fontes, métodos ou operações militares.

    Além disso, o assessor de segurança nacional H.R. McMaster destacou que Trump e Lavrov não discutiram as fontes da inteligência ou operações militares durante sua reunião.

    A vice-assessora de segurança nacional Dina Powell também confirmou que as acusações da mídia americana, informando que Trump, durante o encontro com o chanceler russo, divulgou informação secreta, são completamente falsas.

    O porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov também descreveu as acusações como "absurdas".

    Twitter

    Siga Sputnik Brasil no Twitter e fique por dentro das notícias mundiais do momento.

    Mais:

    Lavrov: Trump quer respeito mútuo entre EUA e Rússia
    Papa afirma que não julgará Trump antes de ouvi-lo
    Trump diz que pode escolher novo diretor do FBI na próxima semana
    Tags:
    terrorismo, Rex Tillerson, Donald Trump, Sergei Lavrov, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik