05:39 19 Abril 2019
Ouvir Rádio
    O porta-aviões da Marinha dos EUA Ronald Reagan da Classe Nimitz

    Porta-aviões norte-americano ficou 'encalhado' no Japão

    © REUTERS / Yuya Shino
    Américas
    URL curta
    23201

    Porta-aviões nuclear da Marinha dos EUA, USS Ronald Reagan, não pode sair da base naval de Yokosuka por causa de uma falha técnica.

    A edição Stars and Stripes não revela a gravidade da avaria, mas destaca que o navio terá que passar por trabalhos de reparo.

    Como acrescenta a edição, o grupo naval chefiado pelo USS Ronald Reagan teve que zarpar hoje (15) devido à crescente tensão da península coreana e aos testes de mísseis realizados pela Coreia do Norte. A rota do grupo naval se mantém em segredo.

    A Coreia do Norte levou a cabo um novo lançamento de um míssil na madrugada de domingo (14), a partir da província de Pyongan Norte (oeste do país).

    De acordo com os militares japoneses, o projétil voou por cerca de 30 minutos, percorrendo cerca de 800 quilômetros, antes de cair no mar do Japão, cerca de 400 quilômetros a leste da península da Coreia.

    A tensão na península coreana aumentou recentemente devido à intensificação da atividade militar de Pyongyang, que realizou em 16 e 29 de abril novos testes de mísseis balísticos em violação das resoluções do Conselho de Segurança da ONU, tendo ambos os testes fracassado.

    Mais:

    Pyongyang pode afundar porta-aviões norte-americano para demostrar poder militar
    Coreia do Norte anunciou teste bem-sucedido de míssil balístico de médio alcance
    Casa Branca pede endurecimento de sanções contra Coreia do Norte
    Porta-aviões dos EUA se aproxima da península coreana
    Tags:
    reparo, porta-aviões, USS Ronald Reagan, Península da Coreia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar