10:52 17 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1834
    Nos siga no

    Os chanceleres da Organização dos Estados Americanos (OEA) planejam se reunir nos dias 21 ou 22 de maio para tomar uma decisão sobre a crise na Venezuela, disse nesta quarta-feira, dia 3 de maio, o chanceler peruano Ricardo Luna.

    O diplomata afirmou que estão sendo realizadas consultas aos membros da OEA que estão preocupados com a situação venezuelana. Na contagem da agência de notícias Reuters, já são 34 mortos nos protestos contra o presidente Nicolás Maduro.

    "São mais de nove ou dez países, e também entramos em contato com o Canadá e os Estados Unidos, e eu acredito em alguma forma de reunião acontecerá no dia 21 ou 22 de maio. Os chanceleres vão fechar uma posição e possivelmente um mecanismo que mude a situação", disse Luna.

    "A situação na Venezuela está se agravando. É de uma polarização incessante e preocupante para os países da região", afirmou. Diante da pressão do bloco que estudava aplicar a cláusula democrática contra Caracas, a Venezuela entregou na semana passada um pedido oficial de desligamento da OEA.

    Luna classificou a convocatória de uma Assembleia Constituinte por Maduro como uma tentativa de frear a oposição e de "golpe dentro do golpe".

    Mais:

    'Venezuela devia ter saído da OEA anos atrás'
    Quatorze países da OEA pediram por eleições na Venezuela
    Opinião: convocação da Assembleia Nacional agravará conflitos na Venezuela
    Nicolás Maduro convoca Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela (VÍDEO)
    Tags:
    Organização dos Estados Americanos (OEA), Ricardo Luna, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar