13:05 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Militares das Forças Armadas dos EUA

    EUA elaboram plano de ação em caso da guerra com China e Rússia

    © AP Photo/ Mindaugas Kulbis
    Américas
    URL curta
    391122

    O exército norte-americano elaborou um plano em caso de guerra com a Rússia e China, escreve o analista Daniel Gouré no The National Interest.

    O novo programa de investimentos norte-americano se chama "Terceira Estratégia de Proteção (Third Offset Strategy)" e é a continuação das duas anteriores estratégias destinadas a conter o reforço militar da União Soviética e dos seus aliados, comunica o The National Interest

    ​De acordo com Gouré, os EUA precisam da nova estratégia porque a Rússia e outros potenciais adversários investiram muito na criação de equipamento, táticas, estruturas destinadas a conter o potencial militar e técnico dos EUA e da OTAN. Além do mais, estes países estão realizando a sua própria estratégia de guerra ofensiva rápida e não nuclear. 

    Washington iniciou a revisão do seu setor militar em 2014, lançando a Iniciativa de Inovação da Defesa (Defense Innovation Initiative), que tem como objetivo desenvolver os elementos que vão fazer parte da Terceira Estratégia de Proteção. 

    Os autores desta iniciativa decidiram utilizar os avanços tecnológicos na construção de robôs, sistemas autônomos, tecnologias furtivas e técnicas de fabricação avançadas (como a impressão 3D). 

    Segundo o analista, o Pentágono pode já utilizar certos elementos da Terceira Estratégia de Proteção, incluindo o F-35 que, segundo ele, pode ser um elemento "do novo tipo de combate aéreo". 

    Os sistemas antiaéreos e antimísseis modernizados são outros elementos da nova estratégia do Pentágono. Os EUA já estão deslocando tais mísseis para a Europa (Aegis e Standartd 3) e para a Coreia do Sul (THAAD). 

    Os EUA já tinham testado com sucesso o sistema de tiro versátil (Multi-Mission Launcher) com dispositivos de intercepção de drones, mísseis de cruzeiro e projéteis da artilharia, acrescentou Gouré. 

    ​O Pentágono testou ainda uma arma a laser instalada no veículo blindado Stryker, capaz de abater drones e projéteis do curto alcance. Segundo o analista, os navios norte-americanos podem ser equipados com armas eletromagnéticas a laser nos próximos 10 anos. 

    Além disso, a Terceira Estratégia da Proteção inclui vários programas de modernização de tanques, veículos blindados, mísseis de grande alcance e armas da artilharia. 

    Mais:

    Após modernização das Forças Armadas da China e Rússia, EUA querem o mesmo
    EUA poderiam sobreviver a uma guerra contra Rússia e China?
    Tags:
    capacidade militar, defesa, analista, investimento, plano, conflito, aegis, THAAD, F-35, Pentágono, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik