17:52 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    1291
    Nos siga no

    A missão da Venezuela junto à Organização dos Estados Americanos (OEA) notificou de modo oficial a sua saída do bloco, segundo declaração publicada no Twitter da representação de Caracas.

    ​"A representação diplomática na OEA entregou (ao secretário-geral da organização) a carta assinada pelo presidente Nicolás Maduro, formalizando a retirada da Venezuela (do bloco)", informou o comunicado da missão.

    ​Nesta quarta-feira, o Conselho Permanente da OEA decidiu convocar uma reunião extraordinária para discutir a situação na Venezuela. A ministra das Relações Exteriores da Venezuela declarou logo em seguida que, segundo instruções recebidas do presidente Nicolás Maduro, que o país daria início ao processo de retirada da organização. Maduro exigiu uma saída imediata do país da OEA, apesar do processo poder levar dois anos até ser concluído.

    Mais cedo, a chefe da diplomacia de Caracas, Delcy Rodríguez, informou que o povo do país comemorou a decisão sobre a saída da OEA. Ela explicou que a decisão foi tomada em função dos abusos por parte do secretário-geral da organização e dos governo de alguns países que não conseguem aceitar o modelo de desenvolvimento escolhido pela Venezuela.

    Mais:

    'Venezuela devia ter saído da OEA anos atrás'
    Revolução na Venezuela: por que o país se retira da OEA?
    Venezuela iniciará processo para se retirar da OEA
    Venezuela pode deixar a OEA se organização se reunir sem aprovação de Caracas
    Tags:
    saída, Conselho Permanente da OEA, Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, Nicolás Maduro, Delcy Rodríguez, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar