05:14 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Um manifestante atira um coquetel Molotov, durante os protestos contra o governo em Caracas, na Venezuela, em 10 de abril de 2017

    Bandos armados invadem maternidade na Venezuela

    © REUTERS/ Carlos Garcia Rawlins
    Américas
    URL curta
    966905

    Grupos armados atacaram uma maternidade onde estavam 54 crianças na última quinta-feira, 20, segundo afirmou a ministra das Relações Exteriores do país, acusando os opositores ao governo de estarem por trás do ocorrido.

    "Eu denuncio diante da comunidade internacional que bandos armados contratados pela oposição atacaram um hospital infantil com 54 bebês", disse Delcy Rodríguez, acrescentando que o presidente Nicolás Maduro ordenou a evacuação imediata do hospital, cuja localização não foi informada.

    O dia de ontem foi marcado por novos confrontos entre manifestantes da oposição e forças de segurança leais ao governo. Após três semanas de protestos que resultaram em algumas mortes, opositores voltaram a entrar em conflito com a Guarda Nacional nas ruas de Caracas, com direito a bombas de gás lacrimogêneo, coquetel molotov e pedras atiradas. Dezenas de pessoas ficaram feridas.

    Mais:

    Presidente da Colômbia: 'Revolução Bolivariana na Venezuela fracassou'
    Venezuela também teve manifestações de apoio ao governo
    Crise da Venezuela cruza a fronteira e invade o Brasil
    Mortes em protesto na Venezuela acendem luz amarela na Europa (VÍDEOS)
    Tags:
    protestos, confrontos, Delcy Rodríguez, Nicolás Maduro, Caracas, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik