03:52 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Atentado terrorista 9/11 em Nova York, complexo de edifícios Centro de Comércio Internacional

    800 pessoas processam Arábia Saudita devido ao atentado de 9/11

    © flickr.com/ Cyril Attias
    Américas
    URL curta
    237022

    Mais de duas dezenas de seguradoras norte-americanas apresentaram uma demanda contra dois bancos da Arábia Saudita e empresas que têm conexão com a família de Osama bin Laden, bem como contra algumas organizações de beneficência.

    O valor total da demanda atinge pelo menos 4,2 bilhões de dólares (R$ 13,136 bilhões) devido aos ataques de 11 de setembro de 2011, informa a Reuters.

    Essas organizações são culpadas, de acordo com a demanda, de "apoiar e provocar" atentados terroristas através da prestação de ajuda à Al-Qaeda (organização terrorista proibida na Rússia).

    Para além disso, parentes das vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2011 nos EUA apresentaram uma demanda coletiva contra a Arábia Saudita. Acusam-na de apoiar o grupo terrorista Al-Qaeda, incluindo através de ajuda financeira. A demanda foi assinada por 800 pessoas com objetivo de receber uma indenização do governo do reino.

    Anteriormente, o Congresso havia adotado uma lei que permite a particulares processar a Arábia Saudita, país ao qual a maioria dos autores do atentado pertencia. O presidente Barack Obama vetou a lei, mas o Senado superou o veto do presidente norte-americano com 97 votos contra 1. Mais tarde, o veto foi superado também pelo Congresso. Este é o primeiro caso em que uma lei adotada durante a administração Obama é aprovada desta forma.

    O atentado de 9/11 foi uma das mais tristes páginas na história mundial: vários terroristas com ligações à Al-Qaeda sequestraram quatro aeronaves comerciais que fizeram colidir contra o World Trade Center e o Pentágono, matando de cerca de 3 mil pessoas. O quarto avião, que era dirigido ao Capitólio dos Estados Unidos, caiu na Pensilvânia depois de os passageiros terem tentado retomar o controle da aeronave.

    Mais:

    Wikileaks: Conselheiro de Hillary disse que Al-Qaeda estava 'ao lado dos EUA' na Síria
    Pentágono: um dos líderes da Al-Qaeda foi morto em ataque aéreo dos EUA no Afeganistão
    Al-Qaeda expande na África enquanto o mundo luta contra o Daesh no Oriente Médio
    Em 7 dias, Trump conseguiu ser mais eficaz contra células da Al-Qaeda que Obama em um ano
    Tags:
    vítimas, terroristas, segurança, banco, empresa, tribunal, demanda, queixa, atentado terrorista, 11 de setembro, Al-Qaeda, Congresso dos EUA, Osama bin Laden, Barack Obama, Nova York, Arábia Saudita, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik