19:08 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump reage após proferir o seu primeiro discurso em uma sessão conjunta na Câmara dos Representantes em Washington, EUA, 28 de fevereiro de 2017

    Trump exorta 'nações civilizadas' a se unirem aos EUA para 'acabar com o abate' na Síria

    © REUTERS/ Jim Lo Scalzo/Pool
    Américas
    URL curta
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)
    914123930

    A declaração do presidente dos EUA vem depois de relatos do ataque dos Estados Unidos com dezenas de mísseis de cruzeiro contra uma base aérea síria.

    O presidente dos EUA, Donald Trump, se dirigiu à nação depois de autorizar um ataque de mísseis. Em seu discurso, ele assumiu ter dado a ordem do ataque, de onde ele afirma que o ataque químico de Idlib foi lançado.

    Trump afirmou que o presidente sírio, Bashar Assad, havia usado um agente nervoso mortal para matar muitas pessoas, clamando a "todas as nações civilizadas a  acabar com o massacre e derramamento de sangue na Síria".

    O ataque de mísseis na base síria era de "vital interesse de segurança nacional" dos Estados Unidos, disse Trump, acrescentando que é do interesse do país impedir a disseminação e o uso de armas químicas.

    Mais cedo, cerca de 70 mísseis de cruzeiro Tomahawk foram lançados no aeródromo militar em Shayrat, a 38 quilômetros a sudeste da cidade de Homs. O governo sírio confirmou o ataque há pouco.

    Tema:
    Ataque norte-americano contra base aérea síria (82)

    Mais:

    Quando é difícil decidir se gosta ou não de Assad
    EUA não apoiarão a participação de Assad nas eleições sírias
    'EUA continuarão pressionando a Rússia e o Irã para levarem Assad à Justiça'
    Opinião: Trump é realista, por isso aceita Assad no poder
    Tags:
    Tomahawk, Donald Trump, Bashar Assad, Ash Sha'irat, Homs, Estados Unidos, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik