06:16 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    A representante permanente dos EUA junto à ONU Nikki Haley

    Representante dos EUA na ONU: 'Trump nunca me impediu de atacar a Rússia'

    © REUTERS/ Stephanie Keith
    Américas
    URL curta
    7110

    O presidente norte-americano Donald Trump não proibiu seus diplomatas de "atacar a Rússia", disse a representante permanente dos EUA junto à ONU Nikki Haley.

    "O presidente nunca me ligou e disse: 'Não ataque a Rússia.' Ele nunca telefonou, nem disse o que devemos fazer", disse a diplomata ao canal de TV norte-americano ABC.

    A jornalista do canal perguntou se deveria ser o próprio Trump a criticar as ações das autoridades russas. Heley respondeu que o presidente "tem muito para fazer" por isso é ela quem critica.

    Anteriormente, a representante permanente destacou que Washington devia levar a ameaça russa a sério, comentando a possível participação de cidadãos russos no hackeamento das contas do Yahoo! em 2014.

    Por sua vez, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo Maria Zakharova não excluiu que as acusações contínuas contra hackers russos, proferidas pelas autoridades norte-americanas, sejam uma tentativa para desviar a atenção pública dos recentes vazamentos do Wikileaks. O site publicou documentos secretos da CIA descrevendo os métodos da agência para hackear computadores, celulares e televisões.

    Mais:

    WSJ: investigação da 'interferência' russa nas eleições dos EUA está num impasse
    Donald Trump 'retalia' e exige investigar laços da sua ex-rival Hillary Clinton com Rússia
    Histeria antirrussa na mídia norte-americana pode provocar uma verdadeira guerra?
    Tags:
    ataque hacker, WikiLeaks, ONU, Maria Zakharova, Donald Trump, Nikki Haley, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik