19:38 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Prédio do Congresso dos EUA, Washington

    WSJ: investigação da 'interferência' russa nas eleições dos EUA está num impasse

    CC BY 2.0 / Stephen Melkisethian
    Américas
    URL curta
    0 03

    A investigação do Comitê especial de inteligência do Congresso norte-americano sobre a "interferência" russa nas eleições dos EUA parece estar num impasse, informa o Wall Street Journal citando as declarações do congressista democrata Eric Swalwell.

    "Atualmente está tudo parado, ainda nem estamos realizando os encontros regulares que já estavam marcados", diz o congressista.

    Segundo dados do jornal, a razão principal da pausa forçada são as discordâncias dentro do Comitê. Os Democratas exigiram que o chefe do Comitê, Devin Nunes, fosse afastado dessa investigação, por ele fazer o jogo da Casa Branca. Por sua vez, Devin Nunes recusou oficialmente satisfazer essas exigências e adiou as reuniões a portas fechadas com participação dos chefes da Agência Federal de Investigação (FBI, em sigla inglesa) e da Agência de Segurança Nacional (NSA).

    A segunda razão para a pausa na investigação são as tentativas do Departamento de Justiça para interromper a inquirição de uma "testemunha crucial" — a ex-procuradora-geral dos EUA Sally Yates. Ela foi informada que durante o interrogatório não será permitido apresentar provas e revelar o teor das suas conversas com o presidente norte-americano, Donald Trump, sem consultas prévias com a Casa Branca.

    O chefe do FBI, James Comey, confirmou na semana passada que a Agência está investigando laços possíveis de Trump com a Rússia, mas nada foi dito sobre as conclusões. Investigações semelhantes foram iniciadas nos comitês de inteligência do Senado e da Câmara de representantes.

    A Rússia já tem retiradamente desmentido as acusações dos serviços secretos dos EUA em relação às tentativas de interferir nas eleições dos EUA. Mas o Kremlin chamou tais acusações, de conexão entre a sede de campanha eleitoral de Donald Trump e a inteligência russa feitas pela mídia, de infundadas. Além disso, a Casa Branca também as desmentiu.

    Mais:

    Chefe de Comando Europeu diz que 'EUA buscam impedir Rússia, não se envolver em conflitos'
    Opinião: Marinha dos EUA se arma contra Rússia e China
    Inteligência dos EUA diz que Rússia vai interferir nas eleições na Alemanha e França
    Senador McCain: cooperação entre EUA e Europa ajudará a todo o mundo
    Tags:
    acusações, laços, companhia, investigação, inteligência, mídia, Senado dos EUA, Casa Branca, Kremlin, FBI, Wall Street Journal, Congresso dos EUA, Agência Nacional de Segurança (NSA), Devin Nunes, Sally Yates, Donald Trump, James Comey, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar