06:09 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Barragem de Tabqa, no rio Eufrates, Síria

    Forças Democráticas da Síria negam alegações de danos na barragem de Tabqa

    © Wikimedia/Mohamed7799 - CC BY-SA 4.0
    Américas
    URL curta
    134

    As Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês) refutaram na segunda-feira os relatos da mídia sobre a represa de Tabqa, parcialmente em colapso como resultado de ataques aéreos ou bombardeios.

    "Nós somos muito cuidadosos para que a represa do Eufrates não seja danificada durante a operação para libertá-la [dos terroristas do Daesh]. No entanto, a força aérea internacional da coalizão realiza ataques maciços contra as unidades do Daesh ao redor de Tabqa para garantir a represa", disse o porta-voz oficial do SDF em um comunicado obtido pelo Sputnik.

    Mais cedo, a mídia local informou que a represa entrou em colapso como resultado do combate entre unidades armadas das SDF e militantes do Daesh perto da cidade de Raqqa.

    A represa de Tabqa, que funciona principalmente como uma usina hidrelétrica, é a maior represa na Síria. De acordo com relatos da mídia, o serviço estava suspenso depois que seu centro de controle foi danificado pelo que poderia ter sido um ataque aéreo ou bombardeio, com especialistas técnicos não podendo chegar ao local devido à contínua luta na área.

    No domingo, as SDF expulsou os militantes de Daesh do aeroporto militar localizado perto da cidade de Tabqa. A cidade é a última grande fortaleza de Daesh a caminho de Raqqa, que serve como a capital dos terroristas do Daesh na Síria desde que foi capturada em 2013.

    Tags:
    SDF, Forças Democráticas da Síria, Daesh, Estado Islâmico, Tabqa, Eufrates, Raqqa, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar