12:06 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    262
    Nos siga no

    O governo norte-americano levará a batalha para exercer seu poder executivo de suspender a imigração de alguns países até a Suprema Corte dos EUA, garantiu o presidente Donald Trump nesta quarta-feira (15), depois que um juiz federal do Havaí barrou a entrada em vigor do novo decreto migratório assinado pelo magnata republicano.

    "Vamos brigar contra essa terrível decisão, vamos chegar até a Suprema Corte, ganhar e manter seguros nosso país e nossos cidadãos", disse Trump em um comício na cidade de Nashville, no estado norte-americano do Tennessee.

    ​Trump qualificou a decisão do juiz Derrick Watson como "um excesso judicial sem precedentes" e leu para sua plateia a seção da Constituição dos EUA que garante ao presidente a autoridade executiva para suspender a entrada de estrangeiros em prol da segurança nacional.

    Mais:

    Juiz do Havaí suspende nova proposta de Trump para a imigração
    Senadora mexicana: empresas envolvidas na construção do muro de Trump devem ser banidas
    Novo decreto sobre entrada nos EUA pode excluir Iraque
    Trump assina nova ordem executiva sobre imigração
    Tags:
    imigração, decreto, suspensão, Suprema Corte, Donald Trump, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar