11:13 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Donald Trump durante discurso na sessão do Congresso dos EUA, 28 de fevereiro de 2017

    Trump promete vencer 'excesso judicial sem precedentes' na Suprema Corte

    © REUTERS / Jim Lo Scalzo/Pool
    Américas
    URL curta
    262
    Nos siga no

    O governo norte-americano levará a batalha para exercer seu poder executivo de suspender a imigração de alguns países até a Suprema Corte dos EUA, garantiu o presidente Donald Trump nesta quarta-feira (15), depois que um juiz federal do Havaí barrou a entrada em vigor do novo decreto migratório assinado pelo magnata republicano.

    "Vamos brigar contra essa terrível decisão, vamos chegar até a Suprema Corte, ganhar e manter seguros nosso país e nossos cidadãos", disse Trump em um comício na cidade de Nashville, no estado norte-americano do Tennessee.

    ​Trump qualificou a decisão do juiz Derrick Watson como "um excesso judicial sem precedentes" e leu para sua plateia a seção da Constituição dos EUA que garante ao presidente a autoridade executiva para suspender a entrada de estrangeiros em prol da segurança nacional.

    Mais:

    Juiz do Havaí suspende nova proposta de Trump para a imigração
    Senadora mexicana: empresas envolvidas na construção do muro de Trump devem ser banidas
    Novo decreto sobre entrada nos EUA pode excluir Iraque
    Trump assina nova ordem executiva sobre imigração
    Tags:
    imigração, decreto, suspensão, Suprema Corte, Donald Trump, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar