14:59 14 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    601
    Nos siga no

    O presidente dos EUA, Donald Trump, está certo de que as declarações que fez sobre escuta de suas conversas telefônicas durante a campanha eleitoral de 2016 serão confirmadas, informou nesta terça-feira o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer.

    "Ele está totalmente certo disso. Há informação suficiente sobre o uso de tecnologias de inteligência durante a campanha eleitoral de 2016", disse o alto funcionário da administração norte-americana. 

    No início de março, Donald Trump escreveu no Twitter que ficou sabendo sobre escutas telefônicas realizadas por Obama um mês antes das eleições. Trump comparou a situação ao escândalo ao Caso Watergate, de 1972, que provocou a renúncia do presidente Richard Nixon.

    O atual presidente dos EUA, no entanto, não apresentou provas, mas cobrou a realização de uma investigação pelo Congresso. 

    Nesta segunda-feira, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, explicou que o presidente classificou de "escuta" uma série de ações da administração de Obama, voltadas ao monitoramento das atividades de pessoas, envolvidas na campanha eleitoral de Trump.

    Mais:

    Trump pede a Congresso que analise 'investigações politicamente motivadas' de 2016
    Ex-diretor de Inteligência Nacional nega que telefone de Trump tenha sido grampeado
    Ex-procurador-geral dos EUA acredita que Trump tenha sofrido espionagem
    Tags:
    espionagem, escuta telefônica, Watergate, Barack Obama, Donald Trump, Sean Spicer, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar