00:16 25 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    450
    Nos siga no

    O presidente dos EUA Donald Trump vai doar seu salário anual de US$ 400.000 para instituições de caridade no final do ano, segundo disse o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, nesta segunda-feira (13). E ele ainda quer a imprensa, alvo frequente de suas críticas, o ajude a escolher uma causa que valha a pena.

    "A intenção do presidente é doar seu salário no final do ano", disse Spicer em seu briefing diário à imprensa. "Ele fez uma promessa ao povo americano".

    "Ele gentilmente pediu que todos vocês [jornalistas] ajudassem a determinar aonde [esse dinheiro] vai", continuou Spicer, em uma declaração bastante incomum para uma administração que tem se destacado por confrontações hostis com a mídia norte-americana.

    "A maneira com que podemos evitar escrutínio é permitindo que o corpo de imprensa determine aonde [o dinheiro] deve ir", disse Spicer com uma pitada de ironia, talvez em referência aos escrutínios feitos no passado pela mídia sobre as doações de Trump e a gestão da sua empresa familiar.

    Várias vezes durante sua campanha presidencial, o bilionário republicano disse que pretendia receber apenas 1 dólar de salário simbólico para servir como presidente.

    Além de Trump, os presidentes Herbert Hoover e John F. Kennedy também doaram seus salários presidenciais para instituições de caridade.

    Mais:

    'Métodos de intimidação usados pelo governo Trump nas relações com China parecem negócios'
    Opinião: Trump vai ignorar política externa e delegá-la em 'falcões'
    Casa Branca desmente informações sobre encontro de Trump com embaixador russo
    Tags:
    presidente, caridade, mídia, imprensa, doação, salário, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar