08:36 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Imigrantes mexicanos nos EUA

    México abre centros de defensoria para imigrantes mexicanos em todo os EUA

    © AP Photo / Eduardo Verdugo
    Américas
    URL curta
    111

    O México iniciou neste sábado (4) a operação de Centros de Defensoria em seus 50 consulados nos Estados Unidos, com o objetivo de fornecer assistência jurídica aos imigrantes mexicanos diante das novas disposições do governo Donald Trump.

    O chanceler mexicano, Luis Videgaray, exortou o governo dos EUA a respeitar os direitos humanos dos imigrantes sem documentos e disse que uma reforma da imigração nos Estados Unidos poderia resolver a situação dessas pessoas.

    "Não estamos encorajando a ilegalidade", disse Videgaray em Nova York, após entregar a primeira certidão de nascimento emitida por um consulado, a uma mulher mexicana que não havia sido registrada no México e que emigrara com sua família para os Estados Unidos quando era pequena.

    Mais de 11 milhões de imigrantes mexicanos vivem nos Estados Unidos, dos quais cerca de 50 por cento são ilegais. Muitos deles são trabalhadores que enviam dinheiro a suas famílias no México, formando uma das principais fontes de divisas da segunda maior economia da América Latina.

    Entre outras medidas, Trump disse que poderia considerar quase todos os imigrantes ilegais como sujeitos a deportação, e pretende construir um muro ao longo da fronteira de mais de 3.000 quilômetros entre os EUA e o México.

    "Torna-se mais evidente que a aplicação da lei, que é a obrigação de qualquer governante, implicaria também um prejuízo econômico real para este país, o que destaca a necessidade de uma reforma da imigração (…) que resolva de uma vez por todas o status legal das pessoas", acrescentou Videgaray.

    O programa de ajuda aos imigrantes mexicanos será apoiado por uma rede reforçada de aliados, como advogados e organizações especializadas na defesa dos direitos dos imigrantes, segundo informou o Ministério das Relações Exteriores do México em comunicado.

    Mais:

    Secretário de Segurança Nacional dos EUA nega 'deportações em massa' de mexicanos
    'Naturalização do extremismo': México critica política migratória e muro de Trump na ONU
    Orçamento dos EUA incluirá gastos com muro na fronteira mexicana
    México promete retaliar no comércio se EUA tentarem forçar o pagamento do muro
    Tags:
    defesa, consulados, direitos humanos, muro, deportação, imigração ilegal, imigrantes, Donald Trump, Luis Videgaray, EUA, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar