01:00 20 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Enrique Peña Nieto, presidente do México, com a bandeira do país durante a festa de Independência

    México promete retaliar no comércio se EUA tentarem forçar o pagamento do muro

    © REUTERS / Carlos Jasso
    Américas
    URL curta
    564

    O ministro das Relações Exteriores do México alertou os EUA que seu país vai impor tarifas sobre produtos norte-americanos se o presidente Donald Trump taxar as importações mexicanas para financiar um muro na fronteira.

    "Se o México se deparar com isso como uma realidade, não como uma ameaça retórica (…), o governo mexicano terá que responder", disse o chanceler Luis Videgaray, em entrevista à Radio Formula na sexta-feira (24).

    "A resposta não seria impor uma taxa geral sobre todas as importações provenientes dos Estados Unidos, porque isso prejudicaria o consumidor mexicano… nós o faríamos seletivamente", explicou o ministro.

    Os dois países enfrentam a sua maior crise diplomática em décadas devido à insistência de Trump de que o México deve pagar pela construção de um muro ao longo de sua fronteira de 3.200 quilômetros.

    O governo do presidente mexicano, Enrique Pena Nieto, expressou forte oposição a qualquer medida do gênero.

    Videgaray observou que, se Trump colocar tarifas sobre produtos mexicanos, atingiria os lares americanos que compram todo tipo de produtos do sul da fronteira, incluindo abacates, carros, telefones e eletrodomésticos.

    O chefe da diplomacia mexicana disse ainda que seu país está aberto a discussões sobre "alguns aspectos" da promessa de Trump de renegociar o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA) entre o Canadá, o México e os Estados Unidos, mas ressaltou que seu país não aceitará tarifas.

    Mais:

    Na briga comercial de EUA com México, Brasil é que pode sair ganhando
    Tchau Brasil, hola México: Rússia fecha acordo com mexicanos para importação de carne
    Dezenas de milhares marcham no México contra Trump
    Tags:
    impostos, tarifas, exportações, importações, comércio, muro, Donald Trump, Enrique Peña Nieto, Luis Videgaray, EUA, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar