11:05 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O novo presidente dos EUA Donald Trump no Capitólio dos EUA em Washington, antes da posse, 20 de janeiro de 2017

    Novo inimigo: Trump diz o que atrapalha cooperação com Moscou

    © REUTERS/ J. Scott Applewhite/Pool
    Américas
    URL curta
    141604182

    O presidente norte-americano Donald Trump afirmou na quinta-feira (16) que "é difícil chegar a acordo com a Rússia por causa das reportagens falsas".

    Segundo Trump, as notícias falsas continuam na televisão "sem parar". Em particular, Trump chamou as notícias sobre alegadas ligações de sua equipe à Rússia de "tolice", "farsa", "fraude" e "truque". Trump disse que os autores do vazamento sobre telefonemas de seus assessores "deviam ter vergonha" junto com a mídia.

    Trump também destacou que queria "dar-se bem com a Rússia", embora, segundo ele, "do ponto de vista da política, isso não seja muito bom".

    "Não fazia nada para a Rússia, não fiz nada para a Rússia. Se conseguirmos dar-nos bem, será uma coisa positiva. Temos uma pessoa muito talentosa [o secretário de Estado dos EUA], Rex Tillerson, que vai encontrar-se com eles", disse Donald Trump.

    O líder norte-americano frisou que para ele seria mais fácil seguir uma linha dura em relação à Rússia:

    "Quanto mais duro sou em relação à Rússia, tanto melhor. Mas sabem o quê? Quero fazer coisas boas para os americanos. Na verdade, segundo, quero fazer coisas boas para o mundo".

    Além disso, o chefe de Estado comentou a informação do Fox News sobre um navio da Marinha russa alegadamente detectado perto da costa dos EUA na terça-feira (14).

    "A melhor coisa que poderia fazer seria disparar contra aquele navio, que apareceu a 30 milhas da costa. Todos em nosso país diriam: 'Que bom!' Mas não é bom. Gostaria de me dar bem com a Rússia", afirmou Trump.

    Mais:

    Putin? Voz da América confunde nome do premiê israelense
    Venezuela bloqueia sinal da CNN por notícia falsa
    Trump volta a criticar a CNN e diz que a rede está em 'colapso total'
    Tags:
    mídia, Rex Tillerson, Donald Trump, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik