00:54 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    CIA

    Mídia: Inteligência dos EUA não revela dados confidenciais a Trump

    © CIA Web Site
    Américas
    URL curta
    427

    Funcionários da inteligência estadunidense escondem dados confidenciais do presidente dos EUA, Donald Trump, receando que estes venham a ser conhecidos da mídia ou sejam comprometidos, informou The Wall Street Journal citando responsáveis anónimos que têm conhecimento da situação.

    Em alguns casos os representantes da inteligência decidiram não informar Trump das fontes e meios usados pelos serviços secretos para obter a informação. Em particular, esses dados podem revelar a forma como é feita vigilância dos países estrangeiros.

    Segundo informação do The Wall Street Journal, os funcionários antes também não comunicavam todas as informações ao presidente e aos senadores para protegerem as suas fontes, mas revelavam dados concretos sobre o seu conteúdo.

    Responsáveis norte-americanos declararam ao jornal The New York Times que os membros da companha eleitoral de Trump teriam comunicado diversas vezes com altos funcionários da inteligência russa antes das eleições presidenciais nos EUA em 2016. Neste contexto, Trump chamou de crime o vazamento da informação sobre "laços com a inteligência russa" para a mídia.

    A chancelaria russa considerou as publicações da mídia mais uma prova de que estão ocorrendo sérios jogos políticos internos nos EUA. O Kremlin sublinhou que tais informações não se baseiam em fatos.

    Mais:

    Fatos nulos: senador russo comenta artigo da mídia sobre contatos entre Trump e Rússia
    Mídia: Aliados de Obama travam campanha secreta contra administração Trump
    CNN acusa: 'Assessores de Trump estiveram em contato com russos durante toda a campanha'
    Casa Branca: Donald Trump espera que Rússia devolva Crimeia para a Ucrânia
    Tags:
    senadores, campanha presidencial nos EUA 2016, informações confidenciais, serviços secretos, inteligência, eleições nos EUA, CIA, Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Kremlin, Inteligência Nacional dos EUA, Donald Trump, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik