15:47 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Mercosul

    Mercosul está 'muito preocupado com medidas protecionistas de Trump'

    © flickr.com/ Hamner_Fotos
    Américas
    URL curta
    203

    A possibilidade de que os EUA conduzam uma "política comercial de portas fechadas" ou não respeitem as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) é uma grande preocupação para o Mercosul, disse à Sputnik Mundo o vice-chanceler do Paraguai, Rigoberto Gauto.

    "Se agora os EUA aparece como um mercado fechado, ou o governo não está disposto a aceitar as realizações que fizemos na OMC, por exemplo, em termos de disciplinas, regras, de âmbitos distintos, para nós, é uma questão de grave preocupação" disse Gauto.

    Na quarta (8), o vice-ministro das Relações Exteriores do Paraguai anunciou que os países do Mercosul e da Aliança do Pacífico vão realizar uma reunião técnica no dia 10 de março para discutir várias questões, especialmente a aduaneira.

    O encontro, segundo ele, não está relacionado com a chegada de Donald Trump na Casa Branca.

    "Trump é mais uma preocupação em manter e aprofundar a estrutura do comércio internacional que tivemos dificuldade em atingir", e que faz parte de uma "tendência" de "abertura de mercados no mundo" que o Mercosul pretende "encorajar", assegurou Gauto.

    Mercosul é composto por Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela, esta última suspensa desde dezembro do ano passado. A Aliança do Pacífico, por sua vez, é composta por Chile, Colômbia, Peru e México.

    Ele acrescentou que o bloco que integra o seu país está trabalhando com a Aliança do Pacífico para mostrar "que não são dois organismos antagônicos, mas, pelo contrário, podem perfeitamente complementar um ao outro em busca de uma maior abertura e facilidade para o nosso comércio ". 

    Menos de uma semana depois de tomar posse como presidente, Trump anunciou que seu país deixaria o Acordo de Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês) e que iria renegociar o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta), que inclui México e Canadá.

    Mais:

    Nova política comercial dos EUA deve beneficiar Brasil e Mercosul
    Venezuela reafirma 'golpe' e não reconhece Argentina na presidência do Mercosul
    Tags:
    NAFTA, Tratado Norte-Americano de Livre Comércio, Casa Branca, Donald Trump, Estados Unidos, México, Canadá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik