07:48 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou

    Moscou revela o que espera da nova doutrina nuclear dos EUA

    © AP Photo / Dmitry Lovetsky
    Américas
    URL curta
    1664

    Moscou espera que a nova variante da doutrina nuclear norte-americana não inclua o uso indiscriminado de armas nucleares, afirmou à Sputnik uma fonte no Ministério das Relações Exteriores russo.

    "A alteração da doutrina, incluindo no que se refere às armas nucleares, é uma coisa habitual. A pergunta a fazer é em que direção a doutrina atual será revisada", destacou o diplomata.

    Ele fez lembrar que a doutrina atual de Washington prevê "a possibilidade de usar o armamento nuclear nos casos em que os interesses vitais dos EUA são afetados".

    "O que é isso? Ninguém sabe. Isso será definido pela administração dos EUA, não há nenhuma clareza aqui, isso é muito diferente da doutrina russa, que estabelece precisamente as circunstâncias em que o uso das armas nucleares é teoricamente possível", concluiu a fonte.

    Anteriormente, o comandante da Força Aérea dos EUA, David Goldfein, afirmou que na primavera os EUA poderão revisar a sua doutrina nuclear.

    O Congresso norte-americano requer uma nova doutrina de cada administração. 

    A última doutrina foi elaborada pela administração de Barack Obama em 2010. Segundo o documento, a maior ameaça para os EUA se tornou, pela primeira vez, o armamento nuclear nas mãos dos terroristas e a proliferação da arma de destruição em massa.

    Mais:

    EUA prometem resposta 'esmagadora' a qualquer ataque nuclear da Coreia do Norte
    'EUA mostram sua insensatez ao começar se preparando para travar guerra nuclear'
    Inteligência dos EUA analisa capacidade da Rússia de 'sobreviver a ataque nuclear'
    Tags:
    armas nucleares, doutrina, Donald Trump, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar