21:57 18 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Ensaios militares conjuntos dos militares dos EUA e Ucrânia Rapid Trident

    'EUA necessitam de medo, necessitam de inimigos e não só um', diz realizador americano

    © flickr.com/ U.S. Army Europe/Walter E. van Ochten
    Américas
    URL curta
    5113

    Cineasta americano Oliver Stone sugere que o presidente dos EUA, Donald Trump, deve tornar públicos os documentos secretos sobre o conflito ucraniano.

    Isso foi declarado em entrevista ao programa Voskresnoe Vremya no canal de televisão Pervy ("Primeiro", na tradução do russo).

    Segundo o cineasta e roteirista, os americanos não sabem a situação real.

    "Se fosse o presidente Trump, revelaria toda a informação sobre a Ucrânia. O mesmo deveria acontecer com a Síria, mas a Ucrânia deve ser a primeira, pois é o ponto onde a Guerra Fria começa", declarou.

    Stone também chamou de "fábulas" as afirmações do establishment americano de que a Rússia alegadamente "anexou a Crimeia, está presente em Donbass e ameaça a Ucrânia em geral", o realizador afirma que os serviços secretos dos EUA estão por detrás de todos os eventos importantes da atualidade, incluindo os conflitos na Ucrânia, "que foi seu alvo desde o início da Guerra Fria".

    Ele afirma que há evidências incontestáveis de que Washington precisa de um pretexto para desencadear a guerra.

    "É uma loucura. Os EUA necessitam de medo, necessitam de inimigos e não só um. Acho que o poder norte-americano se baseia em inimigos pois estes trazem dinheiro", resumiu o cineasta americano.

    Oliver Stone ganhou três vezes o Prêmio Oscar da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. É autor dos filmes "Wall Street — O Dinheiro Nunca Dorme" (Wall Street: Money Never Sleeps), "As Torres Gêmeas" (World Trade Center), "JFK — A Pergunta que Não Quer Calar" (JFK) e outros. 

    Oliver Stone é famoso por produzir filmes sobre temas políticos dos últimos anos. Em particular, seus protagonistas são os presidentes Richard Nixon, John F. Kennedy e George W. Bush.

    Em 2016, ele apresentou o documentário "A Ucrânia em Chamas" (Ukraine on Fire) que trata dos eventos ocorridos no país desde 1941 até 2014. Em particular, o filme fala sobre os movimentos nacionalistas existentes na Ucrânia durante a Segunda Guerra Mundial. Stone não somente foi coprodutor desse filme, mas também entrevistou o presidente da Rússia, Vladimir Putin e o ex-presidente da Ucrânia Viktor Yanukovich.

    Mais:

    Mídia: Pentágono silenciou ataques aéreos no Iraque, Síria e Afeganistão durante 16 anos
    Trump qualifica Irã como Estado terrorista número um
    Trump e Stoltenberg buscam solução pacífica para conflito da Ucrânia
    Forças ucranianas retomam bombardeios em Donetsk
    Vice-presidente dos EUA: sanções dependem da resposta da Rússia
    Tags:
    documentário, verdade, documentos secretos, filmes, realizador, conflito ucraniano, Prêmio Nobel, Guerra Fria, Segunda Guerra Mundial, Perviy Kanal, Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, Inteligência Nacional dos EUA, Viktor Yanukovich, Vladimir Putin, Donald Trump, Oliver Stone, Crimeia, Donbass, Ucrânia, Rússia, Washington, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik