20:12 15 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    011
    Nos siga no

    O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, acusou a mídia de esta ter coberto a primeira semana da presidência de modo demasiado agressivo, o que arruinou o “estado de graça” da nova administração.

    Nos EUA, as primeiras semanas após a eleição de um novo presidente são chamadas, por tradição, de "Lua de Mel".

    "O novo presidente está assumindo suas funções, certo? Acredito que isto se chama ‘Lua de Mel', já que a mídia, bem como os outros, deixam a administração entrar em funções e começar a fazer o que é necessário. Sabem, mesmo que tenha havido uma Lua de Mel, foi muito curta. Eu nem me lembro dela", afirmou Pence em uma entrevista no programa de rádio Rush Limbaugh Show.

    Trump é conhecido por suas relações complicadas com as mídias norte-americanas, a maioria das quais ele acusa de parcialidade e falta de profissionalismo. Além das grandes mídias como o New York Times e o Washington Post, ele criticou o CNN, cuja sigla o novo presidente decifrava como Clinton News Network (a emissora de notícias de Clinton), afirmando que o canal teria ajudado a sua rival, Hillary Clinton, durante a campanha presidencial.

    Muitas mídias, por sua vez, têm expressado de modo aberto o seu desacordo em relação a Trump e até se têm recusado a cobrir suas ações. Particularmente, isto foi declarado pelo prestigioso jornal Huffington Post, o que, porém, não impediu que seus correspondentes continuassem a trabalhar na equipe midiática da Casa Branca após a posse de Trump.

    Mais:

    Jogo de 7 erros: Bild comparou as fotos de Trump conversando com Putin e com Merkel
    Trump acusa senadores de tentarem desencadear Terceira Guerra Mundial
    Obama vs Trump: 7 guerras e um decreto
    Tags:
    EUA, Donald Trump, Mike Pence, Hillary Clinton, CNN, Washington Post, Casa Branca, presidente, mídia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar