22:51 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    430
    Nos siga no

    O presidente dos EUA diz que indocumentados, pessoas mortas há muito tempo e eleitores registrados em mais de um estado podem ter fraudado o sistema de votação. Segundo porta-voz da Casa Branca, Trump quer agora "entender melhor" as denúncias.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vai pedir à sua equipe que conduza uma grande investigação para apurar sua versão de que houve fraude eleitoral no pleito do ano passado do qual saiu vencedor.

    Há dias, Trump vem acusando pelo Twitter os imigrantes indocumentados de terem votado a favor da rival Hillary Clinton, e prometeu investigação. Segundo o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, o presidente vai assinar uma ordem executiva porque quer "entender melhor" a suposta fraude e o registro de eleitores. 

    ​even, those registered to vote who are dead (and many for a long time). Depending on results, we will strengthen up voting procedures!

    ​Eu vou pedir uma grande investigação sobre FRAUDE ELEITORAL, incluindo aqueles registrados em dois estados, aqueles que são ilegais e até mesmo aqueles registrados para votar que estão mortos (e muitos há bastante tempo). Dependendo do resultado, nós vamos endurecer os procedimentos de votação.

    "O presidente continua a trabalhar com sua equipe sênior sobre os detalhes finais (da iniciativa)", disse Spicer a jornalistas hoje a tarde.

    Na tarde de amanhã, Trump dará a primeira entrevista coletiva como presidente dos Estados Unidos. Este e outros assuntos como o muro na fronteira com o México, a saída dos EUA do TPP e a renegociação do Nafta devem estar na pauta.

    Mais:

    Relatório da Inteligência dos EUA afirma que a Rússia tentou impedir eleição de Clinton
    Trump critica apoiantes de Clinton antes da votação do Colégio Eleitoral
    Tags:
    TPP, Nafta, Hillary Clinton, Sean Spicer, Donald Trump, México, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar