02:17 24 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Manifestantes protestam em Chicago pela morte do jovem negro, Laquan McDonald, de 17 anos

    Trump ameaça Chicago: 'Parem a carnificina, ou envio os Federais'

    © REUTERS / Jim Young
    Américas
    URL curta
    10111

    O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou duramente as autoridades de Chicago, onde aumentou o número de assassinatos, e ameaçou “enviar os federais” para colocar ordem na cidade.

    “Se Chicago não consertar a horrível ‘carnificina’ em curso — 228 casos de tiroteio em 2017, com 42 mortes (24% acima, comparando com 2016 — vou enviar os Federais!”, escreveu o Trump em sua conta no Twitter.

    ​Chicago vive um repentino aumento de assassinatos, após a recente substituição da chefia policial na cidade e tendo como pano de fundo protestos em massa e tumultos contra a violência de policiais brancos contra a população negra.  

    Trump, durante seu discurso de posse, classificou a situação em Chicago de “carnificina” e prometeu por fim à violência.

    Mais:

    Pesquisa comprova: armas de fogo matam 2,6 vezes mais negros que brancos
    Michael Jordan doa US$ 2 milhões para 'melhorar relações' entre negros e policiais nos EUA
    Metade dos jovens negros dos EUA acha que não passam de 35 anos
    Negros têm maior risco de serem mortos pela Polícia
    Baltimore sitiada enquanto policiais e manifestantes se enfrentam nas ruas
    Tags:
    racismo, violência, violência policial, protestos, FBI, Donald Trump, Chicago, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik